Notícias

Protocolo para Clubes de Tiro Esportivo - COVID-19

Em virtude da Pandemia do COVID-19 e, com o intuito de ajudar os Clubes de Tiro Esportivo a se prepararem para a reabertura das atividades, a Federação Gaúcha de Caça e Tiro preparou este Guia Rápido, com sugestões para que os Clubes possam adaptar suas rotinas e instalações à nova realidade. São procedimentos específicos para a implementação das regras sanitárias do Ministério da Saúde para a prática das disciplinas do tiro esportivo. 

Os Clubes que optarem por oferecer as provas, deverão primariamente obedecer às regras sanitárias estaduais e municipais. Estando aptos, poderão oferecer as provas da FGCT mediante cumprimento das seguintes sugestões de controle e segurança (Protocolo no formato PDF para download).

I - PREPARAÇÃO DO CLUBE

Protocolos de Higiene (lavagem de mãos, proteção no caso de tosse e espirro, distanciamento físico, entre outros) devem ser fixados em lugares visíveis e de grande tráfego, enviado aos participantes e filiados via e-mail, publicado no site e redes sociais dos Clubes de Tiro Esportivo.

II - TREINAMENTOS OU EVENTOS

• Menores de idade podem levar um acompanhante, que deve ser um membro da sua família. Esse acompanhante deve cumprir todos os procedimentos e seguir regras como qualquer frequentador.

• A fim de evitar o aumento do fluxo de pessoas dentro do Clube é recomendado proibir a entrada de convidados (exceto para casos excepcionais).

• Estabelecer um controle diário de entradas no Clube com o registro do Nome, RG/CPF, e-mail e telefone.

• O horário de abertura e fechamento do Clube pode sofrer alterações de acordo com as disposições sanitárias do Ministério de Saúde e as leis estaduais ou municipais.
• As mesas de suporte e apoios de equipamentos serão desinfetadas antes e depois de cada sessão, pela organização.

• Todas as áreas de segurança devem conter álcool em gel, para desinfetar as mãos regularmente. Antes de entrar no Stand, todos devem lavar as mãos com água e sabão ou utilizar álcool gel 70%.

• Superfícies tocadas com frequência como: mesas, cadeiras, baias, devem ser limpas com frequência pelos atletas e funcionários dos clubes, com álcool em gel 70% ou desinfetantes.

• Máscaras de proteção devem ser usadas por todos os atletas durante toda a permanência do clube.

• Aferir o estado de saúde dos frequentadores utilizando termômetro infravermelho ou digital, impedido a entrada de pessoas em estado febril.

• Bares e Restaurantes deverão atender os atletas respeitando as regras sanitárias locais para este tipo de estabelecimento.

• Manter a todo tempo a distância mínima de 1 metro entre as pessoas.

Os equipamentos (Armas) e EPIs deverão ser próprios e não devem ser compartilhados.

• Após o fim das suas séries, os atletas deverão deixar as dependências do clube a fim de evitar aglomerações.

• Os árbitros e o delegado local devem usar luvas descartáveis, além da máscara de proteção e descartá-las sempre em local adequado, logo após sua saída do estande ou pedana.

III - FUNCIONAMENTO ADMINISTRATIVO

• É recomendada a liberação do colaborador em caso de resfriado, gripe ou qualquer sintoma semelhante aos da COVID-19. O seu retorno deve ser após sua melhora, via comprovação médica de que ele não está infectado.

• É essencial o trabalho em conjunto nesta prevenção e, para isso, o colaborador precisa estar totalmente engajado. Caso tenha tido contato com um infectado fora do trabalho ou alguém em casa estiver infectado, o colaborador imediatamente deverá informar ao RH e adotar o trabalho de casa por 7 dias após o contato com a pessoa infectada. Se o colaborador não apresentar sintomas, neste período, pode retornar ao trabalho no 8º dia.

• Todos os funcionários dos clubes deverão utilizar em 100% do tempo máscaras de rosto e se possível mascara acrílica.

Os efeitos da pandemia da COVID-19 na saúde mundial causaram perdas irreparáveis de vidas humanas e impuseram severas limitações na circulação de pessoas e no convívio social, além de determinarem a interrupção temporária de atividades não essenciais. Com isso, o esporte foi afetado diretamente, não só no Brasil, mas em todo o mundo, com Clubes tendo que interromper suas rotinas. Comitês Olímpicos Nacionais, Federações Esportivas Internacionais e Nacionais, e todas as entidades de prática esportiva tiveram que buscar alternativas para orientar seus atletas dentro do possível no atual momento. Entendemos que, mesmo com o controle da pandemia, o retorno às atividades de tiro esportivo, em especial as de competição, deverá ser planejado e progressivo, e com procedimentos de controle adequados que visem à segurança de todos os envolvidos.

Protocolo no formato PDF para download.

Última modificação em Terça, 01 Setembro 2020 17:15

Nosso objetivo é difundir através de provas e competições, a prática do tiro entre os sócios dos clubes organizadores do evento, clubes co-irmãos, órgãos de imprensa e simpatizantes do esporte.

Search